B&W

Tinha mais animais de estimação que amigos, tinha mais livros que discos. Mais fotos que lembranças. Nunca fora convidado a qualquer festa. De forma que quando ele fez a sua propria, foi maravilhosa, estranha e incrível. O convite era uma carta, pessoal, exclusiva. Assinada com rubrica e sentimento. No meio da semana, no meio da tarde. Jovens semi-nus, cachorros e canapés. Damas com cigarrilhas e vestidos longos, rindo alto e descalçando-se esparramadas ao sofá. Gordos, magros, negros e chatos rindo, sem mesmo ter tido chance de alcançar o bar. A casa toda, o jardim, o segundo andar. A banheira, hora com uma garota de cabelos curtos, hora, com garrafas vazias de champanha. A piscina. Tatuagens e perucas. A falta de culpa, a falta de vergonha e a falta de perdão.