Coração de pedra.

Sou mais um estranho nesse teu mundo de mimos.
Não passo mais na tua janela, mas ainda assim,
sei que te lembras da última vez que nos vimos,
e penso em ti sempre que sinto o cheiro de jasmim.

Tive poucas chances de te falar da minha paixão,
e se eu agora me torturo amando a minha queda,
vivo, pois, certo que tê-la foi a minha ascensão.
…e morro sabendo que teu coração é de pedra.