Eu não o convidei, não venha.

Diga a ele que eu não gosto de ninguém. Diga que me irrita muito a sua capacidade de ser o mesmo sempre, não importam as mudanças climáticas, não importam as mortes. Sei lá, inventa uma desculpa. Diga que eu o acho chato. Diga que eu não tenho tempo para pessoas que não querem ser melhores, que não tenho paciência para quem está estagnado mentalmente. Diga isso, estagnado mentalmente. Ou diga que nunca fui muito com a cara dele e que eu não admito traições. Isso parece pesado, não diga isso não. Até porque admito, não admito com ele pois não vou com a sua cara. Diga o que quiser, numa boa, mas lembre-o que é pessoal.