Para com isso!

Se tu viras os olhos cada vez que ele te chama a atenção, para! Para com isso. Para com essa estória de fingir que te preocupas com os mendigos do teu país catando comida nos lixos, quando tu e eu sabemos que só o que fazes mesmo é reclamar deste sujeito. É um toque de celular que te tiras do sério, ou um olhar. As suas críticas te atingem como um petardo e não deveria ser assim. Eu corro, ás vezes, eu tento. Eu tento te ajudar, tenho segurar a tua onda. Nunca a dele. Não me importa o que ele faz. O que me importa é como tu reages. Tu não gostas de mim, mas sentes a minha falta quando eu estou longe, e isso já me é o suficiente para não desistir de fazer a tua vida um pouco menos hipócrita e infantil. Porque? Para com tanta pergunta!