Redenção

Sejamos fiéis aos nosso vícios por mais um momento – deixa eu dizer o que estou ouvindo agora. Blur, ’13′, Trimm Trabb. That’s just the way it is… Eu hoje acordei com a sensação que perdi. De novo. Estou um pouco fatigado, admito. Contigo, eu sou um pato, daqueles do tiro ao Alváro. Eu tomo tiro, caio, dou uma volta e acho que não tomo outro. E tomo. E como. I got trimm trabb like the flash boys have… Não adianta se vestir bem Clarisse, não, não. Tem se que ter peito de pedra, há de se agir secamente. Tenho que te comer como faço quase toda noite, como um prostituto experiente, fazendo meio Rio de Janeiro gozar, mas sem me envolver, e sem achar grandes merdas. E nada de sinceridade também, pois essa regra não vale aqui – como trinca não vale no jogo com a Bárbara. Aliás, tu me disseste que nunca tinha estado com uma mulher e que a idéia não te apetecia. Meu Deus, como eu sinto falta de mulheres heterossexuais, e como eu sinto a tua falta. And I can’t go back… Nem sei se eu queria, vou dizer. Talvez voltaria se pudesse saber que no dia seguinte tu ias me tratar como um conhecido distante, com pressa de desligar, mas eu não assino o G1. Mas o fato é simples. Tu estavas deitada na minha cama dizendo que se acostumaria facilmente àquilo tudo, e me pedindo para não deixar mais ninguém entrar no meu quarto. Se eu tivesse passado por isso de novo, mesmo protegido sob a idéia de que era uma mentira, eu estaria com o mesmo azedume no meu sangue, porque eu sou um tolo que vê nos teus olhos a idéia da minha felicidade – mas só a encontro de verdade quando beijo a tua boca. Let it flow…. let it flow… É sabido que toda redenção e tem um que de danação, mas eu me pergunto se o contrário também vale. Não sei se tê-la nos meus braços na última quarta foi o meu melhor momento, talvez Martin L. Gore saberia. Mas sei que ele marcou um ponto sem retorno, em que qualquer outra mulher que queira me afagar vai ser comparada a ti – e agora aprecie o que eu vou dizer, ela vai perder.
I sleep alone… A idéia idiota que me bate agora é a mesma de sempre. Tu te chocastes com números que eu pretendo aumentar. Devia passar o fim de semana sendo paparicado por lésbicas taurinas com pouco pêlo no corpo. Devia marcar a passagem para Londres, encontrar meia dúzia de gordinhas sapecas e me alcoolizar no Tâmisa, enquanto o trem barato para Manchester não sai. Devia fazer uma, duas, três meninas do Leblon se apaixonarem por mim, só pra eu sentir que vale a pena, que dá certo, que eu sou o cara que merece te ter. Talvez para eu me sentir meio superficial, tipo o que tu fazes com os teus sapatos. Começam as primeiras notas de No Distance Left To Run – Max não tem shuffle. Acho que eu vou chorar.